sexta-feira, 15 de junho de 2012

Combate ao uso de entorpecentes desafia agentes públicos e sociedade


A data 26 de junho marca, mundialmente, o Dia Internacional de Combate às Drogas. Devido ao aumento do número de usuários, os entorpecentes se tornaram problema de saúde pública. Por isso, o assunto foi tema do Grande Expediente Especial realizado, ontem, na Assembleia Legislativa, por solicitação do deputado Cleiton Collins (PSC). Dados apresentados pela Secretaria Nacional de Combate às Drogas estimam que cerca de um milhão de pessoas consome algum tipo de droga. 

O deputado Adalto Santos (PSB) deu início à solenidade, comentando que “a fabricação de drogas sintéticas é um constante desafio para autoridades de diversos países”. “O efeito devastador desestrutura o lar. Acreditamos que políticas públicas eficazes são importantes no combate a esse mal. Liberar o uso só dificulta, pois a maior parte dos envolvidos em violência é usuária”, ressaltou Cleiton Collins. 

O gestor do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), Luiz Andrey, explicou que Pernambuco busca aliar prevenção e repressão ao tráfico. 

Representando o Ministério Público, Carlos Eduardo Seabra falou sobre o Programa Pernambuco Contra o Crack, desenvolvido junto ao Governo do Estado. “A ideia começou em Arcoverde e se estendeu para Caruaru e Petrolina. No segundo semestre, Garanhuns e a Região Metropolitana do Recife (RMR) serão contempladas. Mobilizamos escolas e associações comunitárias. Em um ano de programa piloto e seis meses de versão oficial, houve redução de 67,4% no número de ocorrências com traficantes e dependentes”, contabilizou. 

Segundo o representante da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rafael West, entre as ações da pasta, está o Programa Atitude, direcionado à atenção integral aos usuários. “Temos 15 equipes que encaminham essas pessoas para uma das dez casas que atendem e acolhem, durante seis meses, dependentes e familiares”, salientou. 

Fundadora da Sociedade Assistencial Saravida, Michele Collins explicou que, há nove anos, a entidade trabalha na reabilitação. “A demanda é grande e precisamos do apoio do Governo. Só assim, teremos condições de acolher mais pessoas”, ponderou. O deputado Zé Maurício (PP) e representantes de comunidades terapêuticas também participaram. 

Atendimento - Durante a manhã de ontem, também foi realizado o Mutirão pela Vida, promovido pela ONG Saravida, com o apoio da Mesa Diretora da Alepe. 

Familiares e dependentes químicos receberam atendimento gratuito de voluntários, no pátio externo da Casa Joaquim Nabuco. 

A 6ª edição trouxe, também, a história do ex-usuário de drogas André Fialho. 

Ele relatou que, a partir da iniciativa do Parlamento Estadual, foi acolhido pela Saravida e, há um ano, não usa entorpecentes. 

O Dia Internacional de Combate às Drogas foi instituído em 1987 - após determinação da Organização das Nações Unidas (ONU). 
Publicado no Diário Oficial do Estado (D.O.E.) em 15/06/2012.
(FOTO:http://www.portalmariana.org/cidades/itabirito-mg/itabirito-comemora-o-dia-internacional-de-combate-as-drogas/)
http://www.alepe.pe.gov.br/paginas/vernoticia.php?dep=4458&paginapai=3596&doc=F08E95EA5081E1EE03257A1D007E729D






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Total de Visitantes

Blog do Deputado José Maurício Ferreira